Notícias
Entrevista
Editorial
Video
Seniors Brasil
Home » Notícias

Copa GK conhece os finalistas neste sábado

Enviado por - 14 de outubro de 2011 – 20:15Nenhum Comentário

Foto: Fernando Willadino

12 e 14 anos já tem semifinalistas definidos em Florianópolis (SC). Sábado tem rodada dupla dos 16 e 18 anos.

A Copa Guga Kuerten 2011, torneio juvenil internacional disputado nas quadras do Jurerê Sports Center, em Florianópolis (SC), teve um dia de jogos bem disputados e resultados surpreendentes nesta sexta-feira. A princípio, a rodada seria dupla para os 16 e 18 anos, mas com o atraso da rodada os jogos das quartas-de-final foram adiados para este sábado, este sim com rodada dupla para definir todos os finalistas da competição. Os 12 e 14 anos já definiram os semifinalistas de simples, e devem abrir a rodada de sábado, à partir das 8h. Ainda nesta sexta os finalistas de duplas da Copa Guga Kuerten 2011 serão conhecidos nas quadras do JUSC.

O dia começou sem chuva, mas com as quadras molhadas no JUSC, o que atrapalhou o início da programação e acabou levando alguns jogos para o Clube 12, também em Jurerê Internacional. Logo no começo do dia, os primeiros semifinalistas foram conhecidos. Nos 12 anos feminino, a favorita Nathália Gasparin venceu Mariana Nogueira de virada, 4/6 6/3 e 6/3, e agora enfrenta a mineira Bruna Caporali, que venceu Vitoria Okuyama por 6/1 6/2. A outra semifinal terá a cabeça-de-chave dois, Luíza Braghini, que passou por Gabriela Nogueira com 6/4 6/1, e Kathleen Percegona, que eliminou Amanda Silva com 6/3 6/2.

O masculino também definiu os semifinalistas pela manhã. O baiano Lucas Cruz, favorito da chave, passou por Luiz Kepler por 7/5 6/2, e agora enfrenta o paulista Diego Padilha, que venceu Vinícius Nogueira em dois sets, 6/2 6/1. Na outra semifinal, Felipe Tosello, que venceu Valter Oshiro por 6/1 3/6 6/3, enfrenta Igor Gimenez, que passou por Lucca Silva com 6/2 7/5.

A sequência da rodada ainda teve a definição das semifinalistas dos 14 anos feminino, com a brasileira Eduarda Ferreira surpreendendo a favorita da chave, a paraguaia Camila Tabarez por 6/4 6/3. Agora, Eduarda busca a decisão diante de Ana Farinha, que virou jogo duro contra Giovanna Caputo, parciais de 5/7 6/3 e 6/2. A outra semifinal será entre Victoria Cafruni, que venceu Bruna Oliveira por 5/7 7/6(7) e 6/1, e a cabeça-de-chave número dois, a carioca Maria Clara da Silva, que passou por Sophia Chow com 6/4 6/2.

Já o masculino foi definido na última rodada de simples do dia. Do lado de cima da chave, Brunno Miranda venceu Gabriel Nery em dois sets, 7/5 6/2, e espera o último resultado do dia, que sairá do confronto entre o chileno Maximilino Rozaz e o brasileiro Mateus Ricci. Já a outra semi será entre dois dos destaques do ano: o campeão sul-americano Gabriel Sidney, que fez 6/4 6/1 em Marcelo Dib, e o baiano José Evaldo Neto, destaque do circuito nacional, que passou por Flávio Tonon Filho por 6/1 6/3.

“Acabamos jogando à noite, e é sempre difícil por conta da luz, mas acho que foi bom pra entrar mais no ritmo. Agora enfrento o Neto, mais um jogo duro, quero me preparar bem”, disse Sidney, que venceu o único confronto entre os dois. “Nós jogamos ano passado, e ele venceu, agora quero vencer a revanche”, brincou Neto.

Nos 16 anos, todos os jogos das oitavas foram disputados no Clube 12, definindo as quadrifinalistas do torneio. A cabeça-de-chave número um, a gaúcha Ana Laura John, manteve o embalo e passou com facilidade sobre Luíza Duarte, 6/2 6/3. John enfrenta agora a paulista Jessica Lee, que venceu Nathália Machado por 6/4 6/3. A cabeça-de-chave dois, a também paulista Gabriela Alves, segue firme nas quartas, depois de passar por Gabriela de Biase por 6/0 6/2. Alves busca as semi contra Carolina Costa.

No masculino, os favoritos seguem firmes na competição. O amazonense Pedro de Paula, favorito da chave, chegou às quartas depois de vencer Gabriel Bendazoli por 6/2 7/5, e agora enfrenta Vinícius Fialho. Marcelo Tebet Filho também venceu Leonardo Lerez em jogo duro, 6/2 6/7(5) e 6/4. Ele comemorou o adiamento da rodada dupla para o sábado. “Foi um jogo difícil, agora é descansar bastante e me preparar para amanhã, que a rodada é dupla. Pelo menos tenho um período de descanso antes”, disse ele, que enfrenta agora Eduardo Assunção. O cabeça-de-chave dois, Marcelo Zormann, venceu o rondoniense Athila Rauch por 7/5 6/2, e enfrenta Enrique Bogo nas quartas.

Já nos 18 anos, os principais destaques avançaram em jogos disputados. A número um do Brasil, Beatriz Maia, fez jogo duro contra outra promessa olímpica: Ingrid Martins, também com 15 anos de idade. Em bom jogo, Bia acabou vencedora com 7/5 7/6(6), e agora enfrenta Manoela Chiacchio. “Queria parabenizar a Ingrid, que está jogando muito bem, o jogo foi no detalhe. Entrei um pouco nervosa, mas depois comecei a ficar mais atenta e aproveitei as chances que tive. Acho que foi bom, foi duro, não esperava que seria tão difícil, ela está de parabéns, é muito dedicada e nova, acho que ela vai evoluir muito”, disse ela.

Outra surpresa foi o avanço de Letícia Vidal, de 14 anos, que venceu Thaísa Pereira por 6/1 6/2, e agora enfrenta Samantha Czarniak. “Joguei bem hoje de novo, joguei simples, a vitória da segunda rodada me mostrou que eu posso chegar longe”, disse ela. A campeã brasileira dos 16 anos, a gaúcha Luíza Rosa, também avançou com 6/1 6/3 sobre Thalita Rodrigues, e agora enfrenta Eduarda Santos.

No masculino, os três principais destaques chegaram bem nas quartas-de-final. Quem teve mais trabalho foi o favorito Thiago Monteiro, que venceu o campeão brasileiro da categoria Gabriel Friedrich por 6/4 7/6(3). “Eu sabia que o jogo seria bem mais duro, conhecia o Gabriel, sei que ele é bem batalhador e um jogador perigoso. As condições estavam difíceis, ventando muito, quadra pesada. No final foi bom jogo, acho que consegui jogar bem, dentro das possibilidades. Agora todo jogo vai ser duro”, disse ele, que vai enfrentar o colombiano Daniel Cerón.

O segundo favorito, João Pedro Sorgi, teve menos dificuldades para vencer Silas Cerqueira por 6/1 6/3. Ele, que disputa agora com o jovem João Walendowski, que bateu Alexandre Albarici por 6/3 6/0, disse que espera jogar duas vezes neste sábado. “Fiquei um pouco surpreso com o cancelamento da segunda rodada, mas vou procurar descansar ao máximo. Não conheço muito o jogo do João, sei que ele é jovem e bastante talentoso, mas espero me preparar pra jogar duas vezes amanhã”, disse ele.

Bruno Sant’Anna também avançou bem, vencendo ainda pela manhã o peruano Juan Varillas por 6/2 6/1. Ele agora pega Mateus Brisot. “Foi um bom jogo, a quadra um pouco pesada, mas foi legal. Amanhã a gente vai ficar o dia inteiro no clube, rodada dupla, mas é gostoso, a gente tá bem acostumado, é uma fase muito boa, a molecada jogando quadradinho, dormindo na raqueteria pra esperar o jogo, é bem bacana. A gente tem que aproveitar porque a fase de juvenil depois não volta mais”, completou ele.

A rodada de sábado, portanto, abre às 8h com a definição dos finalistas dos 12 e 14 anos, e com a rodada dupla das quartas e semifinais dos 16 e 18 anos. A seguir, a Copa Guga Kuerten 2011 conhece seus primeiros campeões, com as decisões de duplas nas quadras do Jurerê Sports Center.

Deixe um comentário!

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter